Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhado: 2 sacos de lãs

Capturar.JPG

Quando comecei a destralhar, uma das minhas estratégias era trocar o que não necessitava por materiais de bricolagem.

Foi assim que adquiri 3 caixas grandes de lãs.

Ora, há anos que não faço tricot e francamente prefiro a costura.

Em conversa com uma tia, percebi que ela anda muito entusiasmada com o tricot e já adivinham o que se seguiu.

 

Depois, foi uma sequência:

- enchi as duas caixas, com tecidos que estavam em sacos  grandes do supermercado e pousados no chão (menos dois sacos);

- separei remendos pendentes (inclusivé um de uma amiga, que me esqueci que tinha... ops);

- juntei materiais e moldes aos projectos que precisavam deles para serem terminados.

 

Quando "adoptei" os tecidos da minha mãe, descobri rapidamente que consumiam espaço precioso nos meus armários. Mais, temo pelo excesso de peso nos soalhos.

Por isso, realmente tenho de colocar o destralhar destes materiais como uma prioridade. Mas destralhar de forma útil e sustentável, que foi o que senti que fiz, dando as lãs a uma tia que as vai utilizar.

30 Dias Destralhar Minimalista - Crafts

Os materiais de manualidades diversas - bijuteria, ponto de cruz, costura, tricot, bilros - ocupam uma boa parte do meu escritório. 

Há vários materiais que a minha mãe me deu, além dos que acumulei. Além dos materiais, muitos projectos inacabados. 

Hoje levei um puxão de orelhas (porque tenho sorte de ter uma dessas amigas verdadeiras) para terminar umas "pantufas" que comecei há uns 2 anos. Ou seja, fiz uma pantufa, parei para comprar mais novelos e nunca fiz o segundo pé. 

1.jpg

Ontem fiz a segunda pantufa. Demorou cerca de 2 horas. É ridículo. 

2.jpg

Mas não tão ridículo como o facto de eu ter um outro projecto em que também só fiz um pé. 

1.JPG

Agora tenho de fazer algo com estas lãs. Estou seriamente a pensar fazer um gorro para usar em casa, em dias de muito frio.

 

Por outro lado, destralhei dois retalhos cortados para saias. Ora, eu não uso saias. Coloquei a minha boa amiga na tarefa de as doar. Certamente no seu grupo de costura, alguém lhes dará melhor uso. 

 

P.S. - Tenho plena consciência que as pantufas são feias como tudo e demasiado grandes. Mas são incrivelmente quentes e macias, ao ponto de poder andar só com elas calçadas pela casa, apesar do chão frio. Conforto acima de beleza e tudo o mais...