Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Destralhar

Jorge Sampaio (1939-2021)

Hoje, num momento de luto colectivo, dissemos o último adeus àquele que, unanimemente, foi denominado "um homem bom".

Não é esta, a medida de um homem, que deixando a vida, é lembrado como sendo um homem bom?

 

Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo;

quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo.

(Confúcio)

 

 

Desde 2012... com interrupções

Não era minha intenção parar.

Mas um dia tornou-se dois e uma semana passou. Depois duas e um mês e meses que correram.

E assim se passou mais de um ano.

 

Como muitas/os, em teletrabalho, concentrada em proteger os mais próximos, enquanto lamentava as perdas de vidas e rezava que a desgraça (tão aleatória) não me batesse à porta.

 

Um ano depois, não mudou muito, entre a esperança da vacinação e o desespero das novas variantes.

 

Mas decidi voltar ao que resultou, procurando alguma sensação de controle, nem que seja apenas nos materiais que me rodeiam.

 

Peço, desde já, as minhas desculpas pelo ruído, na forma de confessionário, que dificilmente acrescentará algo à vossa vida.

 

Aqui me têm, a escrever para destralhar a mente.

Estar presente

david-sinclair-623963-unsplash.jpg

"... uma das formas subtis do cuidado ocorre quando usamos simplesmente a nossa presença tranquilizadora e afectuosa para ajudar e acalmar alguém. A mera presença de alguém de quem se gosta, mostram os estudos, tem uma propriedade analgésica, sossegando os centros que registam a dor. Nomeadamente, quanto mais empática for a pessoa na presença de alguém com dor, maior o efeito calmante."

Foco - Daniel Goleman

 

10% mais feliz - Um investimento realista

Ouvi-o num podcast e procurei-o no YouTube.

Os argumentos são convicentes, realistas e sustentados em ciência.

Agora quero ler o livro.

957_MAIN.jpg

Preço editora: €8.30 / Preço Kobo: €3.99 / Na biblioteca é grátis, pelo que será a minha prioridade.

 

E também ouvi este episódio (em podcast) em que o foco foi precisamente que as coisas não caem do céu. A melhoria implica trabalho. É por isso que estou a ler o livro FOCO de Daniel Goleman.

 

E foi assim que cheguei a este pequeno vídeo:

E sabem que mais? Esta céptica realmente gostou deste exercício de meditação, sentada na sua  secretária, a meio de um dia de trabalho.

Quem diria...

Pessoas tóxicas

Quando leio algo (basta o título) sobre o poder do perdão apetece-me atirar com a louça ao ar. E claro que não estou a falar de erros ou pequenas coisas, mas de pessoas tóxicas que parecem existir só para envenenar o dia-a-dia de outras pessoas.

 

Há pessoas que, apenas por estarem presentes numa sala são capazes de retirar qualquer prazer ao dia, criam tensão, desconforto e conflito.

 

Irrita-me que os discursos sejam sempre no sentido que cabe à pessoa ofendida melhorar a outra, perdoar, tentar desanuviar...

 

Lamento, mas se são todos adultos, têm de ser responsabilizados pelos seus comportamentos e se não sabem estar em sociedade, então devem ser excluídos do convívio.

 

Destralhar pessoas tóxicas é sempre uma prioridade na minha vida.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D