Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Destralhar

08
Fev16

Projecto nº 6/52 - Declaração de missão pessoal

De todos os projectos, elaboração uma declaração de missão familiar/pessoal, é o que me parece mais difícil. No fundo, poderá definir-se por um objectivo geral do que queremos ser enquanto família/pessoa e os princípios pelos quais nos desejamos guiar. E fazer essa instrospecção, não me parece um projecto de uma semana.

 

Como vivo sozinha, será uma declaração de missão pessoal. 

Tenho procurado alguma inspiração para me guiar, mas quase tudo é relacionado com família ou pessoal no sentido profissional. 

 

Ainda assim, encontrei uma página com ideias muito interessantes (http://liveboldandbloom.com) e 8 passos claros para criar uma declaração de missão pessoal:

 

1º Examinar a vida de outros

Quem me inspira? Quem admiro e porquê? Que qualidades desejo duplicar?

 

2º Determinar o meu "eu" ideal

Como filha, eu desejo ser...

Como amiga, eu desejo ser...

Como colega de trabalho, eu desejo ser...

Como tia, eu desejo ser...

Como irmã, eu desejo ser...

 

3º Considerar o meu legado

Como gostaria de ser vista pelos outros, em cada um dos meus papéis.

 

4º Determinar um propósito 

Fazê-lo para 4 elementos: físico, mental, espiritual e emocional (imagino-me a ter bastantes dificuldades a distinguir os três últimos).

 

5º Clarificar as minhas competências 

Que talentos e/ou competências possuo e quais são mais importantes e maior fonte de prazer. 

 

6º Definir objectivos específicos

Criação de objectivos de vida, de preferência, por áreas: relações, profissão, hobbies.

 

7º Criar um rascunho da declaração de missão

Umas 10 linhas, utilizando os pontos 1 a 6.

 

8º Refinar a declaração de missão

Reescrever de acordo com a auto-avalição e introspecção, feitas durante as semanas ou meses seguintes. Rever e actualizar, quando necessário.

20
Out15

Uma prateleira pronta a receber o inverno

DSCF1022.JPG

Recapitulando, tenho mais uma prateleira com coisas que não deveriam estar ali. Objectivo, esvaziá-la para aí colocar os camisolões de inverno que não caberão nas gavetas.

 

O recheio:

DSCF1023.JPG

 1 - tear circular

Deveria estar no escritório/sala de costura, para onde o encaminhei.

 

2 a 5 - material eléctrico

Para "construir" um candeeiro para a dita sala de costura. Actualmente tem focos que não iluminam o suficiente. Já comprei o material há pelo menos um ano.

 

6 - rolos de uma máquina calculadora

Não é meu, vai ser devolvido ao proprietário da máquina.

 

7 e 9- ferragens

Arrumadas na minha caixa de ferramentas (onde deveriam estar)

 

8 - router, fios e ligadores

Material diverso de uma ligação ADSL que já não tenho

Arrumei numa caixa onde tenho coisas soltas da casa, como uma extensão e tomadas eléctricas porque ainda não sei que destino lhes dar.

 

10 - base do televisor

Está fixo na parede, mas sei que é algo que preciso de guardar, caso o mude de lugar. Neste momento foi arrumado numa prateleira, num espaço vazio, ao lado de umas caixas pretas de fotos. Ficou arrumadinha.

 

A prateleira ficou vazia e eu tenho um candeeiro no topo da minha lista de prioridades.

 

19
Out15

Por onde começar

Muitas das vezes nos perguntamos por onde começar a tarefa herculeana de destralhar e organizar a casa. Para mim, a resposta tem sido em apostar nas tarefas que me tragam mais benefícios, com um efeito multiplicador

 

No que ao esvaziar da primeira prateleira, ela era importante porque tê-la ocupada, significava que não poderia colocar aí as 4 caixas de sapatos, que estavam a ocupar uma outra prateleira onde era suposto estarem os sapatos sem caixa e outras coisas como escovas e esponja de engraxar. Os sapatos passaram a habitar o chão do quarto, debaixo da cama (onde os tinha de procurar), etc.

 

Agora, a diferença é abismal. Os sapatos têm casa e o "ruído visual" no meu quarto desapareceu. 

 

É tempo de destralhar a segunda prateleira. 

 

14
Out15

Destralhar um armário - uma prateleira de cada vez

O problema está materializado em quatro prateleiras caóticas cheias de "tralhas" ou objectos desarrumados

DSC_0149.JPGDSC_0150.JPGDSC_0153.JPGDSC_0151.JPG

 

 

Decidi começar pela prateleira nº1. O meu objectivo é não me limitar a transferir as coisas de um lado para o outro, mas resolver de uma vez todas as ramificações de cada item. 

Mas eu explico melhor o que quero dizer com isso, daqui a pouco.

DSC_0158.JPG 

Esvaziei a caixa e encontrei um pouco de tudo. Uma capa (verde) com documentos diversos para arquivar, brinquedos para um projecto, CD com documentos do trabalho, agendas e cadernos diversos, um conjunto de recortes, notas e até fotografias, um kit da máquina de medição de índice glicémio com uma máquina avariada e algum material de escritório.

DSC_0159.JPG

 Agrupei os recortes, notas e fotografias numa capa e arrumei para processar posteriormente. Isso levou a que arrumasse e agrupasse tudo que estava na minha prateleira de agendas/cadernos de notas/diários. Não está destralhado, apenas arrumado numa prateleira de forma mais organizada, para tratamento posterior.

 

O material de escritório e os brinquedos foram arrumados. 

 

Os documentos foram destralhados e apenas restou o que é necessário arquivar. Coloquei esses documentos na caixa de arquivo de 2015. Na próxima vez que me sentar para processar essa documentação, fica tudo arrumado definitivamente.

 

O líquido para passar a ferro, que eu não uso, foi para casa da minha mãe. 

13
Out15

As super galinhas

 

Um biólogo evolutivo, na Universidade de Purdue, chamado William Muir, estudou galinhas. Ele estava interessado na produtividade. Deve ser uma coisa que nos preocupa a todos, porém, é mais fácil medir em galinhas, basta contar os ovos. (Risos) Queria saber como tornar mais produtivas as suas galinhas,por isso, criou uma experiência incrível. As galinhas vivem em grupos, então, primeiro selecionou um grupo vulgar, e deixou-o à vontade durante seis gerações. Depois, arranjou um segundo grupo apenas com as galinhas mais produtivas, aquilo a que chamaríamos supergalinhas, e reuniu-as num supergrupo.Em cada geração, selecionou apenas as mais produtivas para reprodução. Passadas seis gerações, o que é que ele descobriu? O primeiro grupo, o grupo vulgar, estava muito bem. As galinhas estavam gordas, com todas as suas penas.

 

Esta experiência é utilizada como uma metáfora para a vida pessoal ou profissional: para progredir, precisamos de competir. Temos de ser super-galinhas.

 

 

Eu não sou uma super-galinha. E é por isso que, quando tento destralhar e simplificar, não esvazio uma divisão, mas uma prateleira.

 

Foi assim que decidi atacar o meu projecto de destralhar o meu armário/roupeiro: um passo de cada vez. Escolhi esse projecto como o primeiro da minha lista do "eat that frog" porque:

- é uma tarefa que ando a adiar há meses;

- a desarrumação do espaço já está a reflectir-se noutros espaços (os sapatos estão espalhados pela casa);

- preciso de mudar a roupa de estação.

 

Amanhã mostro-vos os resultados.

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sara

    Visitei o teu blogue para colocar link no meu post...

  • Anónimo

    Boa Noite que tem da Vista Alegre para vender...??...

  • Zélia Marisa Reis Coelho

    Descobri agora o blog, a mim também não me faz con...

  • Daniel Ferreira

    A cola Pattex uma desilusão?!?!?! Essa cola é o Fe...

  • marttokas

    Eu acho que se fosse destralhar apenas uma coisa p...

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D