Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Destralhar

Destralhar

Projecto 9/52 - Simplificar o sistema de pagamentos e recibos

Esta semana ando a debater-me com o meu computador e por isso estou tremendamente atrasada em tudo que se relacione com publicações. Peço desculpas.

 

O projecto desta semana é, para mim, assunto arrumado. Finalmente, consegui afinar o meu sistema de pagar/arquivar e tudo flui com imensa facilidade. 

 

Pagar

Eu quase não tenho despesas correntes que impliquem um pagamento mensal, mas as que tenho estão todas organizadas para funcionarem em piloto automático:

Electricidade: Paga de dois em dois meses em dinheiro. Como utilizo o sistema de envelopes, guardo todos os meses €55 e com esse dinheiro pago a conta quando chegar.

Telemóvel: Faz parte de um pacote familiar e por isso é pago por mim. Tenho uma transferência automática do valor mensal (para a pessoa que faz o pagamento) e faço transferências pontuais se ocorre ultrapassar esse valor (por exemplo se mandar mms).

Despesas profissionais e impostos: Os pagamentos que podem ser anuais, faço-os, caso contrário pago pontualmente. Opto pelo débito directo e factura electrónica sempre que tenho essa opção.

Seguro do carro: Pagamento anual através de débito directo e fatura electrónica.

 

 

Arquivar 

 

Quando pago alguma factura em papel, ela acaba na capa de arquivo temporário - uma simples capa de elásticos. Uma vez por ano agrupo e arquivo a papelada de forma definitiva. Já os ficheiros electrónicos são imediatamente gravados no computador numa pasta denominada "pagamentos 2016".

 

É um sistema eficiente e suficientemente simples para não se tornar mais uma tarefa na minha lista.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Cristina 09.03.2016 15:17

    Por vezes o truque é precisamente encontrar a forma mais simplificada de fazer as coisas. Posso estar a quebrar a regra do "só tocar nas coisas uma vez", mas à custa disso adiava o arquivo.
    Assim, com este intermédio, tendo tão pouco e não necessitando de recorrer à informação durante o ano, basta-me arquivar 1 vez por ano, por alturas do IRS.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D