Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Destralhar

A destralhar vestuário

 

A #destralhar mais de 30 peças de roupa. Sucesso.

Uma foto publicada por @cristinasousa_pt em


Entre as diversas peças, destralhei 2 carteiras, 2 pares de sapatilhas, pijamas, peças de roupa como roupas (daquelas que só se usam para casamentos) ou até novas. Muitas peças que estava a guardar para trocas (a destralhar o destralhado) e ainda algumas que não uso porque simplesmente não compreendo a sua utilidade, como por exemplo camisolas interiores com alças... para que diabo servem? Ou está frio e aí é preciso mangas ou está calor e nesse caso não as vestimos... mistério. E muita roupa "de andar por casa".

 

Também destralhei um banco de criança para automóvel, um chapéu, uma máquina de barbear que nem o meu pai, nem o meu irmão queriam...

 

Estou muito motivada para organizar o meu roupeiro com um projecto 333.

Destralhar - roupa de dormir

Fiel ao princípio "um pequeno passo de cada vez", continuo a destralhar o meu vestuário. Desta vez decidi destralhar a roupa de dormir de verão. Este destralhar é uma mera arrumação já que irei continuar com todas as peças, mas sem que estas estejam todas a uso. 

 

Decidi optar por manter apenas:

1 pijama com mangas curtas

1 pijama com mangas curtas e calças

1 pijama com mangas curtas e calções

1 camisola com alças

 

Se pensarem bem, não precisamos de tanta roupa para dormir durante o verão porque a mesma seca muito facilmente (frequentemente visto a roupa que tirei para lavar porque seca no estendal em poucas horas e eu não passo essa roupa a ferro) por isso não precisam de ter muitas peças. 

 

Todas as restantes peças - pijamas ou peças soltas - foram guardadas e serão a utilizadas apenas quando as primeiras estiverem deterioradas. Recordo que a opção por uma utilização mais intensiva de poucas peças levará a um mais rápido desgaste dessas - mais lavagens.

 

Entre as peças que tenho e as que vão ser guardadas, fico de imediato com a percepção que não necessitarei comprar de pijamas de verão nos próximos anos. E em vez de ter uma gaveta pequena alocada apenas para a roupa de dormir, agora cabe toda num canto da gaveta de roupa interior+meias.

Destralhar ao sábado - parte 2

O momento da verdade

 

 

Este é o meu cesto da roupa para engomar. É a verdade nua e crua. Não é algo de que me orgulhe.

 

O armário que hoje destralhei do quarto foi feito à medida para albergar o cesto da roupa (embora não com esta altura).

 

Eu odeio passar a ferro e já há  cerca de duas ou três estações que passo a ferro apenas o que vou vestir. 

 

Por isso, decidi tomar medidas drásticas!

 

Decidi eliminar o armário e o cesto da roupa (que agora não tem casa). O objectivo é deixar um pequeno canto do guarda fatos, obrigando-me a passar a ferro de imediato e a ir eliminando a roupa em excesso.

 

E vós? Alguma vez sentiram a necessidade de adoptar medidas drásticas para resolver o caos da casa?

Destralhar o roupeiro - estratégias

Como havia referido anteriormente, decidi implementar um sistema de análise de 3 peças de vestuário por dia, na transição entre roupas das estações. Isto porque, tendo uma casa e roupeiro pequenos, só consigo ter uma estação de cada vez - tempo frio ou quente, entenda-se.


 


Assim, duas vezes por ano, tenho de fazer a transição. Ocorreu-me fazê-la de forma pausada, à razão de 3 peças por dia. Todavia, só posso concluir que o sistema falhou redondamente. Falhou porque é necessário agrupar as peças e analisá-las no contexto de um todo: para saber que aquelas 3 tshirts então em demasia, eu preciso de aferir da quantidade total de tshirts. Para saber que tenho 3 casacos iguais, tenho de os ter todos no meu campo de visão.


 


Sem prescindir, é um sistema que poderá servir depois das roupas no armário, penduradas, ou nas gavetas. 


 


Percebi que tinha de ajustar o sistema. Como em momentos anteriores, agrupei e filtrei o excesso. A uso, fica apenas o necessário e optei por guardar peças a mais, que serão as peças de substituição, quando o que tenho se estragar.


 


Desta forma, poupo-me a ansiedade de me desfazer de peças que inevitavelmente teria depois de comprar, mantendo os armários e gavetas destralhados de demasiadas peças de vestuário.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D