Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Organizar informação e recuperá-la

Gostaria de voltar ao meu caderno de receitas "apanha tudo". Na altura não vos mostrei como o utilizo, ou melhor, como encontro as receitas que preciso.

 

Eu não utilizo a estratégia tradicional de colocar o nome das receitas, mas crio um index com os ingredientes ou as palavras-chave que mais me interessam e que no fundo justificaram que a mantivesse.

 

Comecei por numerar as páginas do caderno. Para facilitar, numero apenas as páginas impar e apenas à medida que vou preenchendo o caderno.

 

No final do caderno tenho 3 folhas:

1 - referência por palavra-chave

2 - referência por nome completo

3- favoritos por nome completo

 

Em baixo mostro as referências por palavra-chave ou ingredientes. À frente da palavra está o número de páginas em que esse ingrediente aparece. Por exemplo, eu tenho várias receitas com o arroz como ingrediente base, mas também coloquei as páginas 38 e 55 na folha 2, com o nome "arroz doce". E ainda tenho a pg. 38 novamente referida na folha 3, porque é a receita que utilizo com frequência.

 

Na folha de favoritos só tenho 8 receitas pelo que não pensem que é trabalho a duplicar. Não, é menos trabalho na hora de procurar aquela receita.

 

Quando procuro uma receita, em regra é porque tenho um ingrediente em concreto que quero utilizar e até cozinhar em quantidade.

 

Por exemplo, se precisar de um doce com adoçante (testado) sei que tenho 3. Se quiser gastar maçãs, se quiser cozinhar a pescada de forma diferente...

 

Desta forma, não só a informação está facilmente disponível, como é fácil perceber o que é útil (as receitas que utilizo) e o que é tralha (as receitas que nunca utilizei).

 

Fim de semana a destralhar

Destralhar revistas/livros de culinária continua a ser um processo em evolução. Este fim de semana retomei-o e finalmente destralhei um livro de culinária da magnífica Nigella Lawson. Como tenho uma familiar que gosta bastante dos livros dela, foi fácil.


 


Extraordinário foi concluir que havia comprado o livro há cerca de 3-4 anos, que havia colocado vários marcadores nas receitas a experimentar e que não havia testado uma única receita.


 


Por isso, senti uma renovada motivação para destralhar este canto de livros por usar e que jamais serão usados.


 


 


Fonte


 

Personalizar bolsas de catálogo

Tendo em conta as receitas de culinária que possuo têm várias dimensões, teria várias hipóteses, já aqui ilustradas. Mas parece-me, que numa primeira fase em que ainda não escolhi verdadeiramente manter as receitas pelo simples facto de não as ter utilizado, que seria demasiado trabalho estar a colá-las numa folha ou demasiado dinheiro comprar bolsas de catálogo com divisórias


 


Decidi improvisar com uma tesoura e fita cola. Bastou cortar a folha da frente da bolsa, criar um fundo artificial para a parte de cima com fita cola (utilizei de cor preta para melhor ilustrar) e temos uma bolsa de catálogo com duas divisórias.


 


E posso criar tantas quantas quiser e com as dimensões que melhor se adequem aos recortes que tenho. Simples não?