Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar papéis à quinta

Como prometido, destralhar papéis à quinta, fase a fase, uma tarefa de cada vez, para não sobrecarregar a vida, porque o objectivo é melhorá-la.


 


Há duas fases que poderão ser feitas no decorrer de uma ou duas semanas, se preferirem:


 


1. Organizar o material


1. Uma caixa/saco para colocar o papel que será para reciclar


2. Uma caixa/saco para colocar papel ou outro material com informação sensível para destruir


3. Uma caixa/saco para colocar papel para arquivar


4. Um caixote do lixo


5. Uma tesoura grande


6. Um agrafador e um tira-agráfos


7. Uma máquina de destruir papel, se disponível


8. Um scanner


 


Para mim, o processo teve de começar com vários momentos de seleccionar papéis para exclusão imediata. Ou seja, o ponto de partida é uma visita relâmpago a gavetas, caixas e estantes para aferir se há alguma coisa para deitar fora. 


 


É nesta fase que o sistema de 3/dia funciona muito bem. Durante a próxima semana, limite-se a tentar perceber o que pode ser deitado fora de imediato.


 


2. A antecipar a organização 




Uma das coisas que me ajuda imenso é agrupar os objectos a destralhar. Neste caso, além de tudo o acima descrito, tenho uma caixa em que coloco todos os papéis que irão ser analisados, revistos, destralhados, arquivados.


 


Numa primeira fase (em que estou apenas a excluir os óbvios), ajuda-me ter um local onde posso colocar os papéis, sem ter que me preocupar em tomar uma decisão naquele momento, e como tal, a ultrapassar bloqueios e a realizar a tarefa de forma pontual.


 


Nesta fase, tenho uma folha de papel onde vou anotando os tipos de papéis que aparecem com mais frequência, para posteriormente me ajudar a escolher o melhor sistema de organização.


 


Também poderá ser uma forma de antecipar a organização (por exemplo, colocando já uma caixa ou tabuleiro e ir separando os documentos o IRS do próximo ano, que vão aparecendo).


 


 


Gastar dinheiro com materiais de organização? Não! 




 


O meu recurso preferido para colocar papel para reciclar é o saco grande das compras. É grande e quando está cheio, basta levá-lo ao contentor. Muito prático.


 


Uma caixa de resmas de papel pode ser um excelente material. Se for muito alta, basta cortar uma tira no topo da caixa e ajustar ao tamanho desejado. Pode ser pintada, forrada ou deixada como está. É um excelente recurso.


 


As caixas de cereais possuem inúmeras possibilidade de utilização. Se colar algumas ficará logo com um sistema de separação de papel que poderá ser (ou não) descartado.


 


 Source: familyfun.go.com via Handmade Cuties on Pinterest










 Source: sewmanyways.blogspot.com via Courtney on Pinterest

Os meus resultados a destralhar papéis (projecto da semana)

O antes, em que reuni todos os itens soltos, espalhados pelo escritório ou pela casa quando deveriam estar no escritório:


 


 


 


Os resultados da primeira fase em que estou a testar o sistema, face aos papéis que possuo. 


 


A ideia é que apenas permaneça um conjunto de 3 tabuleiros. A caixa de arquivo suspenso está quase vazia, ou melhor, tem itens que são para arquivar e não tenho certeza que a vá manter. O porta-revistas poderá ser útil para ter os folhetos em vigor e revistas a destralhar.


 


 


 


Não se encontra na foto um conjunto de libretos impressos cujo destino ainda tenho de decidir. É o meu "monte" a decidir. O facto de este ser tão pequeno, deixou-me algo surpreendida, pois evidencia que o meu problema não seria tanto o de não querer prescindir dos papéis, mas de não possuir um sistema eficiente para os organizar e arquivar.


 


O meu sistema de 3 tabuleiros:


 


Tabuleiro 1 : A tratar com prazo (contas a pagar, entrada de correio [eu abro-o sempre no próprio dia], assuntos que tenha que ser tratados com urgência e que por isso, devam estar visíveis);


 


Tabuleiro 2: A tratar sem prazo ( coisas a tratar ou a fazer mas que não possuem prazo; pode ser um projecto de manualidades ou algo na casa; poderão constituir projectos que "ataco" quando tenho mais tempo; é aqui que coloco as grandes listas de coisas a fazer na manutenção da casa e carro);


 


Tabuleiro 3: Arquivar (itens que já podem ser arquivados como contas pagas, papéis meramente informativos, etc.; o arquivo poderá ser feito pontualmente - quando o tabuleiro estiver cheio - ou periodicamente).


 


 


Este foi o sistema mais conciso a que consegui chegar. Inicialmente pensei num tabuleiro com os folhetos e vales de desconto, todavia um tabuleiro não conseguiria agregar tudo (o livro com os vales de desconto é um pouco volumoso). Estou ainda a decidir se fica num tabuleiro único horizontal ou no porta revistas.


 


Tempo de execução: 02h00

Destralhar papéis à quinta

 


 Fonte: centsationalgirl


 


 


Um dos problemas no meu escritório continua a ser a quantidade de papéis acumulada. São documentos de uma actividade anterior, folhetos, talões, recortes de revistas, facturas, recibos, material de escrita, projectos, etc., etc....


 


Depois, de começar a destralhar (que continuo a achar que é um trabalho em curso) os papéis do escritório, comecei a perceber a necessidade de implementar um sistema de entrada e saída do papel, de modo a diminuir o seu impacto no espaço.


 


Para implementar um qualquer sistema de organização, o ponto de partida terá sempre de identificar as necessidades. Fazer uma lista de tipos de papéis que entram e que destino devem ter, parece-me uma excelente forma de atacar o problema. 


 


Este vai ser o meu novo projecto: organizar os papéis. Querem acompanhar-me?


 


Nas próximas quintas-feiras, o tema é destralhar e organizar os papéis. Naturalmente, partilho a minha realidade, sendo que algumas notas/ideias poderão não vos ser necessárias. Mas de entre uma ou outra coisa...


 


 


A ler: All That Paper (and How I Organize It) - centsationalgirl