Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Verão, calor, energia

Julgo que o bichinho do verão me apanhou, ou então, o maior cuidado com as horas de sono estão a surtir efeito. Sinto-me com mais energia. 

 

Decididamente estou com muita vontade de fazer limpezas: à casa, à mente, aos produtos, à alimentação. Mas um bocadinho de cada vez. 

 

Uma das coisas que ando a adiar é a utilização de produtos de limpeza caseiros. A verdade é que adiei apenas porque ainda tenho "stock" das promoções para gastar. Porém, decidi libertar os armários da cozinha e vou doar os detergentes que tenho aos meus pais. 

 

Tenho estado a fazer a lista de coisas que utilizo no dia-a-dia:

 

Na cozinha:

- detergente manual para a louça 

- pastilhas para a máquina da louça

- detergente caseiro para superfícies (granito, mármore e azulejos)

- líquido para a vitrocerâmica

- bicarbonato para desentupir canos e limpezas mais difíceis como panelas queimadas

 

Na casa de banho: 

- detergente caseiro para superfícies (granito, mármore e azulejos)

- lixívia

- limpa vidros 

 

Na restante casa:

- detergente líquido para madeiras (soalho e móveis)

 

Por razões ambientais, não quero utilizar panos com microfibras.

 

Já ando a testar algumas coisas, mas a minha maior preocupação é distinguir as verdadeiras receitas das pseudo-receitas e evitar a todo o custo fórmulas que não protegam os materiais ou aparelhos. 

 

Por exemplo, já vi sugerirem uma mistura de vinagre e água para limpar superfícies de pedra. Ora, o vinagre é demasiado agressivo para o granito e a mármore. Outro exemplo: será que o detergente com cascas de citrinos realmente limpa, ou é só água com aroma?

 

Mas vamos por partes. 

 

Primeiro passo: Doar os detergentes de lavar chão/multiusos que ainda tenho e assim destralhar os armários da cozinha. 

Actualização: 3 embalagens de 2 litros (uma com metade do produto), 3 embalagens de 1,5 L, dois anti-pulgas (com pouco produto), 1 gel para casa de banho.

 

Aceito de bom grado as vossas receitas caseiras.

Projecto 10/52 - Desligar a televisão de forma regular

Começo por vos revelar um novo objectivo: deixar de me lamentar que tenho falta de tempo, fazendo-o como se fosse uma medalha de ouro. 

 

Assim, porque esta semana estou assoberbada de trabalho e, tendo feito más opções no que respeita à gestão do meu tempo, decidi-me por um projecto que já concretizei: desligar a televisão.

 

Na minha casa, onde vivo apenas eu, tive dois televisores, um na sala e outro no quarto. Frequentemente ficava até às 2h00 a ver televisão, até filmes cujo DVD possuía. Era "televisão vazia" que não acrescentava em nada ao meu descanso ou ao meu lazer. 

 

Comecei a utilizar a regra de ouro: se estás demasiado cansada para fazer outra coisa, que não seja ver TV, então vai dormir. Depois, retirei o televisor do quarto (doei um televisor) e finalmente terminei com o serviço pago de TV. E só demorei 40 anos a atingir este objectivo.

 

Neste momento, se ligar o televisor uma vez por semana, é muito. Na verdade, é mais provável que deixe a gravar um filme/programa no aparelho de TDT (que tem essa função), para o ver depois - em horários decentes e sem perder tempo a ver publicidade.

 

Não me parece que seja incomum que uma pessoa veja, em média, 3 horas por dia de televisão. No final de uma semana, estamos a falar de 21 horas - quase um dia completo a ver TV. 

 

É caso para perguntar: o que fariam com mais um dia livre por semana?

Destralhar os produtos de limpeza

As regras são: destralhar primeiro aquilo que mais lhe causa ansiedade. Pois bem, a mim começava a chatear-me o facto de ter produtos de limpeza em 4 sítios distintos: o armário das vassouras, debaixo da banca e em duas prateleiras de um outro armário (por manifesta falta de espaço).


 


Foi assim que o meu projecto de fim de semana se traduziu em agrupar os produtos e tomar algumas decisões:


 


Decisão nº 1 - Agrupar tudo no chão da cozinha é mesmo o melhor método de perceber o stock. 


 


Decisão nº 2 - Não voltar a comprar Swiffer e outros descartáveis, nem que seja grátis. Ocupam demasiado espaço e não lhes encontro real utilidade em relação aos produtos que já usava, nomeadamente o velhinho pano de limpar o pó que vai à máquina de lavar quando está sujo.


 


Decisão nº 3 - Há detergentes que não necessitarei de voltar a comprar - simplificar é o lema:



  • um detergente para chão de madeira (à procura de uma solução caseira),

  • um detergente para tijoleira (um caseiro com vinagre é uma alternativa),

  • lixívia para adicionar ao último e para limpar sanitários quando necessário;

  • um detergente em spray para superfícies em granito e mármore (caseiro - o meu preferido e é suficientemente suave para todas as superfícies)

  • vitrocerâmica

  • lava louça manual + lava louça máquina

  • limpa-vidros (caseiro ou apenas água e um pano microfibras)


A minha intenção é tentar substituir detergentes comerciais por versões caseiras. Definitivamente isso irá diminuir em muito o espaço ocupado por estes produtos já que podendo fazer os detergentes em qualquer altura, não preciso de ter um stock.