Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar: 23-06-2012

Com frequentes visitas das crianças da família, a minha casa sempre esteve munida dos essenciais: jogo da glória, dominós, baralhos de carta para a "pesca" e lápis e marcadores diversos. 


 


Há vários anos comprei um daqueles conjuntos de "mais de 50 jogos" numa caixa. Porém, recentemente senti a necessidade de comprar uma segunda caixa com jogos, um pouco mais apropriados para idades de inferiores a 5 anos.


 


Assim fiquei com 2 caixas que, conjuntamente, têm MUITOS jogos. Se a esse facto juntarem a informação que, há anos, uma determinada gaveta possuia uma peça de damas e outra de xadrez (ambas encontradas entre as almofadas do sofá), compreendem porque tinha de destralhar os jogos de família. 


 




Comecei por agrupar tudo num local. Depois, verifiquei se não faltariam peças. Na verdade, sobraram, o que indica que algures há um baralho de cartas sem o 9 de ouros. Adicionalmente tinha mais 2 baralhos. Um deles será para andar "na rua". Para levar em passeios e se se perder, perdeu.  


 



 


Tudo foi reagrupado numa única caixa. O objectivo é conseguir um sistema de organização dentro da gaveta em que todos os jogos fiquem visíveis mal seja aberta, mas a organização vem depois de destralhar.


 



 


Assim, destralhei:


- 1 caixa (vazia)


- 1 carta sem baralho


- 1 baralho de cartas


 


Marco aqui o primeiro aniversário (semanal) da minha resolução: destralhar 3 objectos por dia. Claro que antecipo que as decisões passem a ser mais difíceis à medida que o tempo passa, ou talvez não.


 




Com a opção de destralhar pouco, mas consistentemente, acabo por fazer mais. De igualmente, tem-me permitido repensar espaços e locais de arrumação das coisas. 


 


Pouco a pouco, o espaço perdido aparece, os objectos escondidos passam a ter utilidade, perco menos tempo à procura do que necessito ou a limpar e a arrumar o que não necessito.