Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Uma receita para mudança


 


1. Uma mudança de cada vez


2. Começar devagar


3. Repetir diariamente, na mesma hora


4. Comprometa-se com alguém


5. Responsabilize-se


6. Estabeleça consequências


7. Desfrute a mudança


 


 


Há coincidências extraordinárias. Hoje em diversas trocas de impressão com a Ocupadíssima, dizia-lhe que para mim, o ponto de viragem (nestas coisas de destralhar e noutras) foi o projecto de destralhar 3 objectos por dia e foi precisamente porque:


 


- me concentrei apenas nessa actividade diária;


- comecei apenas por 3 objectos diários (em vez de uma divisão, por exemplo);


- estabeleci uma rotina diária;


- comprometi-me com as/os leitores do blog;


- responsabilizei-me perante as/os mesmas/os a publicar os resultados diariamente;


- vi a vergonha de falhar publicamente como a minha consequência maior.


 


No final do dia, leio um texto com os 7 pontos acima indicados, como se fosse escrito para concluir o dia. E hoje gozo os frutos do meu labor. Por isso e pelo facto de ter estado pouco tempo em casa na última semana, não tenho fotos adicionais para o desafio recolher/arrumar que hoje tem o seu 20º dia. E essa é a verdade.


 


Durante o dia as coisas vão sendo arrumadas no seu local e no final do dia não há nada nas superfícies.


 


Continuam as mesmas duas superfícies a precisar de tratamento: secretária do escritório e mesa da cozinha. Mas essas duas (e mantendo-me fiel ao ponto 1, serão alvo de intervenção própria).




Inspiração de hoje: How to Change Your Life: A User’s GuideLeo Babauta

A importância de não destralhar antes do tempo

Como referi anteriormente, um dos problemas que tenho para resolver é a 'tralha' que se acumula na minha secretária. Esta está na primeira divisão da casa, após a entrada e acaba por ser o local onde vou pousando quase tudo.


 


Assumido o problema, ocorreu-me que a solução não passa por uma rápida arrumação 'visual' mas antes por uma cuidada análise do que efectivamente lá se encontra.


 


Que tipo de objectos são aí depositados com mais frequência? Estão aí por preguiça em os colocar nos seus locais ou, na verdade, estes não possuem local próprio fixo?


 


Por isso, o meu conselho é que, localizado um foco de tralha, que este mereça um olhar mais analítico, antes de destralhar.


 



 


Está aqui tudo:


- evidências de um local de trabalho (ventoinha do portátil, porta canetas, correspondência para tratar, contas para pagar;


- evidências de um local de manualidades: máquina de costura e saco com materiais


- evidências do local onde pouso todas as tralhas mal entro em casa: restos de coisas utilizadas no fim de semana, compras de hoje


 


Declarei esta secretária zona de guerra.