Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

A destralhar os armários de cozinha

Tentei destralhar os armários da cozinha que estavam caóticos. 

DSC_0001 (1).JPGDSC_0002.JPG

Estas são as prateleiras do "mais ou menos" - uns itens utilizo mais, outros menos ;)

 

Espalhei tudo numa mesa e comecei a agrupar, destralhar e a pensar no que tinha. E ainda, arrumei as coisas que estavam no fora do sítio.

Por exemplo, os itens de gelados já não vão ser utilizados este ano, por isso deveriam estar num saco e arrumados, assim como as formas de queques, que têm "casa própria". As bases de cortiça estavam no armário errado. Ainda há cerca de 3 semanas andei à procura delas.

colagem1.jpg

Eu não uso a base para colher ou as colheres de saladas.

A peça de plático para varinha mágica é de uma batedeira que avariou - entretanto até já tinha vendido as varetas.

 

Item a item, a mesa foi ficando com buracos:

DSC_0014 (1).JPG

Até a kitty despachei.

 

Voltemos ao armário:

- o que estava na mesa voltou para o armário com a excepção dos frascos pequeninos (têm outra casa);

- até já coloquei uma caixa com um aparelho de corte de legumes, que uso com pouca frequência;

DSC_0017.JPG

 Entretanto, aproveitei para criar a minha zona de garrafas thermos + marmitas. E mesmo assim ainda tenho espaço livre

DSC_0018.JPG

Um pormenor. Optei por colocar o jarro medidor à frente da picadora porque utilizo-o com maior frequênica. Por outro lado, permite-me aceder a ele, sem ter de desviar a varinha mágica, como aconteceria na minha primeira opção:

DSC_0016.JPG

 

Ao passar a caixa do cortador de legumes para este armário, isso permitiu-me acabar com frascos e caixas de alimentos encavalitados, noutro armário.

 

Este é o próximo a organizar, até porque tenho tentado fazer a substituição de plástico por vidro/pirex.

DSC_0019.JPG

Dia 10 - Ainda na cozinha... a zona

 

 

Hoje levantei-me determinada a publicar o destralhar3xdia a tempo e horas. Acreditam que ainda ando pela cozinha? Comecei por destralhar um conjunto de publicações de receitas. Nada mais simples.

 

 

 

Mas depois olhei para a prateleira e percebi que há muito tempo a zona não era alvo de uma intervenção. Aqui reuno os livros e revistas de culinária (há uma terceira prateleira), em especial os papelinhos: as provas de compra, as receitas ou ideias que vou anotando em post it ou recortando de uma revista qualquer, ...

 

Mas também os materiais: as esferográficas, o bloco de notas, as instruções e receitas das máquinas de fazer pão e gelados. Itens que preciso sempre à mão.

 

 

 

Decidi atacar os itens pequenos, nomeadamente os pequenos papéis na caixas brancas e assim deitei ao lixo o que não era necessário (até tinha a lista de tarefas do dia de natal) e organizei o que ainda queria experimentar. Percebi também que há uma ou duas receitas, em pequenos papeís, a que recorro com frequência e que eu precisava de deixar de andar sempre à procura deles.

 

Assim, decidi utilizar um caderno como "apanha tudo" e aí comecei a colar ou a escrever tudo que seria para mais tarde experimentar. Fita e cola e sequer me preocupei se era doce, salgado, etc...

 

 

 

 

 

 

O resultado final foi libertar espaço para dar o devido destaque a um presente - uma caixa de chás. 

 

 

Agora, com um pouco mais de tempo tenho de rever porque separei um conjunto de receitas (as de tamanho A4 e as que ainda ficaram na caixa). 

 

Mais um pequeno esforço a destralhar e consigo reduzir as três prateleiras que utilizo agora a apenas duas. Ena!!!

Destralhado - frigideira "a passar de prazo" + máquina de café

Tinha-me esquecido  de uma das regras base do"destralhar": se um objecto entra, outro tem de sair. Por isso, quando finalmente comprei um wook, deveria de imediato ter abandonado a 2ª frigideira pequena, em vez de me debater com o fecho da gaveta. 

 

Por isso, é mais um objecto destralhado na minha cozinha. 

 

 

 

Hábito: meia de leite ao pequeno-almoço. Nem consigo acordar sem ela e se não a bebo, a enxaqueca (ou seja, ressaca pela falta de cafeína) faz-se sentir.

 

Já decidi deixar a cafeína há cerca de um ano. Ainda não consegui, mas isso não significa que não continue a trabalhar nisso de forma continuada. Acredito que irei conseguir e é melhor conseguir devagar que não o conseguir de todo.

 

Os meus passos para deixar de beber café:

1) Destralhei a máquina de café expresso passando para a máquina de jarro;

2) Coloquei de parte a máquina de café de jarro para passar a utilizar café solúvel e bebidas (tipo cevada) com 20% ou 35% de cafeína;

3) Eliminei o café solúvel e passei apenas para bebidas com percentagem de cafeína;

4) Comprei cevada torrada em pó (para fazer café de cevada);

5) Destralhei a máquina de café de jarro.

 

Em suma, neste momento só tenho em casa a cevada torrada e as bebidas de cevada com cafeína (20% ou 35%). Ainda não larguei o vício, mas estou cada vez mais perto. 

 

Outros pontos positivos:

- não tenho de lidar com borras de café;

- espaço livre no balção da cozinha;

- não ter de comprar filtros de café.

 

Ponto negativo:

- não ter café para visitas (felizmente tenho amigas muito compreensivas).