Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Vendas online - quando saber desistir

Neste momento está uma enorme caixa de cartão debaixo da minha sala de estar. É onde acabei por colocar coisas mais volumosas que queria destralhar. 

Vários meses depois, já vendi algumas coisas, mas outras têm sido mais difíceis de vender e trocar.

 

Sou da opinião que, por vezes, é preciso saber desisitir. Por muito que preferisse vender ou trocar, não posso continuar a justificar uma mega caixa de cartão a ocupar espaço. 

 

Pensei em reutilizar o tecido de ganga, mas parece-me desperdício fazê-lo. Certamente que poderei fazer isso com calças que se vão estragando.

DSC_0061.JPG

A minha mãe também começou a trazer roupa dela para a minha casa, por isso vou aproveitar e vamos hoje levar os sacos à loja social. OPERAÇÃO DESTRALHE.

 

Era uma vez uma caixa de cartão! 

Já agora... a caixa de cartão será doada a uma idosa que o vende para incrementar os rendimentos.

Finalmente!

Hoje, para me redimir, consegui destralhar as minhas vergonhosas prateleiras. Em simultâneo, coloquei o que precisava ou desejava utilizar, num local permanentemente acessível. 

 

O antes: agendas, blocos de notas, cadernos de apontamentos com ideias, listas de livros, recortes de revistas, Jornal de Letras não lidos...

 

DSC_0030.JPG

Primeiro passo: retirar tudo.

DSC_0032.JPG

Ao lado da mesa onde espalhei tudo, coloquei a caixa de itens para trocas/vendas, o saco de reciclar papel e o caixote do lixo.

 

Agrupei itens, dei uma vista de olhos no que havia e queria guardar. Nesta primeira fase, apenas agrupei alguns dos itens, para poder olhar para eles com mais atenção em data futura. Seria impossível fazer tudo hoje (e deitar-me a horas decentes). 

DSC_0040.JPG

Guardei:

2 bolsas plásticas com rascunhos e recortes diversos para rever

1 conjunto de agendas, diários, cadernos (para arquivar)

1 conjunto de papel de rascunho em diversos formatos.

 

DSC_0034.JPGDSC_0035.JPGDSC_0039.JPG

A minha disciplina está nos seus mínimos

001.jpg

Nem preciso explicar. Basta olhar para a mancha vermelha e fica claro que as coisas não estão a correr bem. O que não faço, tem reflexos noutros aspectos da minha vida.

Por exemplo, porque não fiz os 30 minutos diários de bricolagem, para terminar projectos, não terminei um projecto que comecei no início do ano, que supostamente era mais fácil que o outro que estava inacabado. Resultado: gastei €25 em prendas e acabei com 2 projectos inacabados.

 

Ontem decidi tomar uma medida drástica: pedi à minha parceira de costuras que fosse o meu grilinho falante e que me mantivesse na linha, perguntando-me se já tinha feito os 30 minutos do dia, pedindo fotos com resultados, ralhando-me, motivando-me. Sim, é ridículo recorrer a tal método quando se é uma adulta. Por outro lado, prefiro fazer assim, que não fazer de todo.

 

Ontem, voltei ao básico e os 30 minutos a destralhar foram para arrumar louça seca e deixar a banca limpa. 

 

Mas já comecei a destralhar o meu canto horribilis. Comecei por colocar no OLX e nas trocas, um dos planners que não estou a utilizar. E por falar de vendas, vendi mais 2 mini livros e um mini electrodoméstico da minha mãe. Um outro livro, foi enviado para as trocas do WinkingBooks.

 

Grão a grão...