Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Projecto nº 2/52 - Fazer um plano de eliminação de dívidas II

Quando decidi assumir um percurso de maior responsabilidade almejando uma vida livre de ansiedade financeira, eu percebi que começar era metade da batalha.

 

E começar, embora aparentemente fácil, pode tornar-se uma tarefa extenuante e geradora de grande ansiedade. Confesso que, quando percebi que teria de saber onde estava para saber em que direcção queria seguir, pensei que seria coisa fácil. Não foi, andei semanas a ler blogs, a olhar para tabelas e a escolher estratégias.

No fundo, adiamentos a uma honesta análise da minha situação financeira. Da minha experiência, reitero que este é um momento crucial, que necessita de reflexão.

 

Se precisarem, não hesitem em transformar estes 6 dias em 6 semanas. O importante é fazer.

 

Não precisa mais que umas páginas em branco. Esqueçam as folhas de cálculo e as aplicações. Aliás, a tarefa de escrever com o próprio punho poderá tornar-se terapêutica. 

 

Património

Façam uma lista do património: casa, carro, acções, poupanças e dinheiro em conta corrente ou aplicado. A esses bens, atribuam um valor realista, aquele que os bens teriam se fossem vendidos hoje.

 

Poderão aproveitar para considerar outros bens que pudessem vender, nomeadamente objectos que não usam.

 

Rendimentos 

Listem todos os rendimentos, desde salário a juros de contas poupanças. Anotem o seu valor anual e mensal.

 

Dívidas 

Façam uma lista de todas as dívidas: hipoteca, créditos pessoais, cartões de crédito, empréstimos familiares. De seguida, registem os seguintes dados:

- valor total em dívida,

- a taxa de juro e outros encargos,

- o valor mínimo de pagamento,

- o valor mensal actualmente a ser pago,

- nº de meses para pagar com mensalidades mínimas,

- nº de meses para pagar com a mensalidade actual.

 

Este último registo foi o mais demorado. Na verdade, chocou-me o pouco que sabia sobre os créditos pessoais que tinha, quando comecei: cartão de crédito e empréstimo pessoal.