Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar no pós-natal

Não sei quanto a vós, mas o natal foi um período terrível para manter a casa arrumada. Aliás, só ontem destralhei as superfícies da cozinha cheias de produtos para arrumar, travessas para devolver e a maldita louça suja na banca. E nem vos falo das duas tentativas de fazer bolo rainha - um horror.

 

Aqueles presentes que constituem tralhas, foram poucos, mas ainda assim têm de ser processados. Refira-se que as tralhas não são coisas estragadas, más ou feias, mas simplesmente coisas que já não têm lugar no meu estilo de vida.

 

 

Por exemplo, recebi um lindíssimo relógio, apesar de não usar relógio - aliás, tenho um guardado por esse motivo. O pior é que é a segunda vez que essa pessoa me dá um relógio (além do que tenho guardado). Ela quer mesmo que eu ande com relógio. Ainda tentei fazer a pessoa perceber isso, mas ela insistiu que ficasse com o relógio.

Recebi ainda um item lindíssimo para a casa, mas que é um extra que ocupa espaço que não tenho. São "tralhas" porque não têm utilidade real no meu dia a dia.

 

Depois há os sacos (plásticos e outros) e os presentes que não foram ainda entregues. 

 

O objectivo está traçado: a casa tem de entrar no novo ano completamente destralhada.

 

E vós? Estão a conseguir recuperar do natal?

8 comentários

Comentar post