Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Disciplina para 2017

disciplina.JPG

2016 não correu muito bem e como não acredito em deixar as coisas "andar" decidi que em vez de ter objectivos, irei cultivar uma atitude - disciplina. 

 

Acredito que se eu exercer disciplina nas diversas áreas da minha vida, o restante irá encaixar-se naturalmente. 

 

Por exemplo, olhando para o mapa começo a delinear algumas tarefas sem data fixa em Janeiro (saúde):

- levantar um exame médico;

- marcar uma consulta de clínica geral (que posso fazer online);

- levantar o meu cartão do cidadão (pedindo uma senha via aplicação do telemóvel).

 

Depois, entrando nas finanças pessoais:

- terminar o presente (caseiro) da J.;

- planear e executar o presente (caseiro)  da T..

 

Concretamente para a primeira semana de Janeiro, pretendo:

- fazer um levantamento do stock do congelador e planear refeições e marmitas para a semana;

- comprar fruta fácil de transportar e de comer no trabalho (por exemplo pêras, bananas e maçãs);

- afixar uma folha com a rotina matinal no local mais visível (para mim): onde faço o pequeno almoço.

 

ROTINA MATINAL

levantar até às 7h00

PVC - pequeno-almoço, vestir e fazer a cama, antes de ligar o computador

preparar marmita (se não puder almoçar em casa)

preparar 1L de água ou chá para beber durante o dia

preparar snacks para meio da manhã e/ou tarde (incluindo termos com meia de leite ou chá)

 

- mínimo de 30 minutos diários a trabalhar num projecto inacabado (crafts, limpeza ou bricolagem);

- mínimo de 30 minutos diários a destralhar (destralhar superfícies, fotografar ou publicar anúncios de venda de bens a destralhar), destralhar as tralhas;

- mínimo de 30 minutos diários a trabalhar no projecto ebook;

- fazer um plano de refeições para a semana.

 

 Para me ajudar/motivar, imprimi uma checklist do que desejo fazer:

 

habit-tracker.jpg

www.plannerholics.com

 

Itens da minha checkist:

PVC

levantar 07:00

apagão digital às 21:00

destralhar 30 minutos

passadeira 30 minutos (3xsemana)

zero gastos

zero gastos em restauração

marmita

ebook 30 minutos

beber 1L água

bricolagem 30 minutos

 

Se não fixar os pequenos passos que levam a atingir pequenos/grandes objectivos, dificilmente lá chegarei. É com pequenas dentadas que se come um elefante.

Sinto-me tralhada...

... não fiz nada de novo, durante a pausa a que me proporcionei

... não me sinto mais relaxada (pelo contrário)

... não encontrei o nirvana

... não quero voltar ao Facebook

 

Parece que a vida é mesmo feita de pequenos passos. Não muda simplesmente porque decidimos cortar relações com uma rede social. 

 

Mas uma coisa mudou e não posso dizer que para melhor ou para pior. Uma das consequências dessa mudança é que comecei novamente a destralhar e comecei a vender coisas que, antes, seria impensável para mim. 

 

Por exemplo, tudo que tenho relacionado com bijuteria, um passatempo que há muito abandonei, foi para venda. Vários quilos de desperdicio de dinheiro, de uma fase da minha minha em que procurava algo, um propósito, que não encontrei nessas peças - mas gastei dinheiro, lá isso gastei. 

 

Desejem-me sorte!

Lê o raio dos teus livros

DSC_0143 - Cópia (1).JPG

 

 

O título é a minha tradução (livre) de um "desafio" em que tropecei na internet: #ReadMyOwnDamnBooks (aqui). 

 

Existem inúmeras estratégias para diminuir a TBR, mas no meu caso, quanto mais leio, mais livros entram no meu radar.  

A Estella começou o desafio porque tinha em casa 210 livros físicos. Eu tenho quase o dobro. 

 

Não comprei nenhum livro em 2016 o que não quer dizer que a minha biblioteca não tenha aumentado. A minha estratégia de receber presentes, na forma de livros usados, resultou.

 

E talvez por isso tenho sentido que, apesar de estar a meio do ano, a minha lista de livros a ler - da estante - não diminuiu. 

 

Assim, até ao final do ano quero limitar o meu leque de escolhas: terei de ler 3 livros da minha estante antes de requisitar outro da biblioteca. Excepções apenas para leitura de séries ou o Clube dos Clássicos Vivos (em que só participo se tiver acesso ao livro sem comprar). 

 

Venham ao confessionário: quantos livros não lidos têm em casa?