Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Ser minimalista...

Eu não sou minimalista. Eu gosto dos meus livros nas prateleiras... muitos. Aqui, sentada no sofá, gosto de olhar para eles, tê-los aqui comigo. Talvez a minha postura tenha mais a ver com o neo-frugalismo. Tenho pensado nisso, a propósito de uma conversa que tive. Este fim de semana, enquanto via a minha mãe destralhar, outra familiar a referir que iria fazê-lo, a ver objectos a passarem de umas casas para outras, do inútil para o útil, optei por não pensar mais no assunto. 


 


Sabem o que me aconteceu frequentemente? Andar pela casa à procura do leitor de MP3 e descobri-lo sempre no lugar que escolhi para ser o seu lugar. Ou seja, antes de pensar, o hábito leva-me a todos os locais onde (antes) o deixava. Surreal.


 


Este fim de semana foi ocupado com outras coisas. Remendos. Não têm um canto no armário em que colocam aquela peça que está sem um botão? Que precisa de um ponto? Eu tinha 2 carteiras (forro), uma camisola interior (das que precisavam de etiqueta), ...


 


Por isso, decidi pegar no kit de costura e tratar destas peças. Foi o meu projecto de fim de semana.