Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Porque não destralhei ...

Numa noite desta semana deitei-me às 02h00. Comecei a sentir a angústia do caos que se instalou com a actividade de "destralhar". O tampo da secretária era quase uma miragem no meio de tanto material a organizar.


 


Com efeito, quando escrevi o post de domingo, estava a enganar-vos e a enganar-me. Entendam, eu não menti, mas omiti. Omiti que há vários dias que não conseguia dispor de uma única revista ou livro. Isso porque nem peguei neles. Tentei a manobra da distracção, com o projecto da minha banheira.


 


Na leitura no livro winning the clutter war tive um momento de revelação: não basta as coisas terem o seu lugar próprio, têm também de estar agrupadas sob pena de nunca sabermos onde estão. Olho para trás e tenho 3 estantes, em todas tenho livros técnicos, em todas tenho material diversos (economato e artes manuais diversas). Numa fúria comecei a agrupar os diversos grupos de itens pelas estantes. 


 


A mente volta atrás e recorda-se que isto começou porque precisava de ter no mesmo local tudo para escrita postal: envelopes, selos, postais, cola... para não andar sempre à procura de tudo, no meio de todo o resto.


 


A sala ficou com um aspecto mais habitável e eu consegui perceber de imediato o que precisava ser feito. Ainda não destralhei mais nenhuma revista. 


 


Por isso, dou dois passos atrás. Este erro já o conheço: não posso querer destralhar todo o escritório, mas uma estante de cada vez, uma prateleira de cada vez. Isto porque, destralhar é muito diverso de organizar.

2 comentários

Comentar post