Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Finalmente destralhado - continuação

Isto do destralhar, é uma pescadinha de rabo na boca. 

 

Porque estava a preparar o saco para a loja social, decidi ir à minha caixa de itens para trocas (troca-se.pt) e doar alguns itens que não estava a conseguir trocar ou que estavam a ocupar demasiado espaço.

 

Acabei por encher um saco com coisas para uma familiar (por exemplo kits de maquilhagem) e destralhei uma peça de vestuário que praticamente nunca usei.

 

Tenho agora uma prateleira vazia, duas caixas (brinquedos e trocas) com mais espaço e dois sacos enormes a sair de casa. 

 

O bónus: um saco de compras dos grandes, que estava no meu quarto a servir de depósito para algumas das coisas a doar, foi finalmente esvaziado e dobrado.

Finalmente destralhado

DSC_0162.JPG

 

No saco (enorme), vários brinquedos novos, algumas peças de roupa de bebé usadas, puzzles usados, botas de criança novas, dois cintos todos cheios de estilo (que eu não tenho) como novos, uma mochila nova, tudo para ser trocado por alimentos.

 

De vez em quando vou encontrando alguns "mimos" em promoções fantásticas. Aproveito essas pechinchas e, quando não dou às minhas sobrinhas, encaminho para uma loja social (de uma junta de freguesia) que "vende" esses produtos em troca de alimentos. Os alimentos serão depois encaminhados para as famílias que deles necessitam. 

 

Gosto deste projecto porque só ficam com aquilo que efectivamente podem vender e só vai para a casa de quem realmente quer aqueles itens. Mais, posso aí comprar coisas novas ou como novas muito baratas: pelo preço de 2 latas de atum, 1 garrafa de azeite, 6 pacotes de leite...

 

Por vezes, a solidariedade custa muito pouco.

As super galinhas

 

Um biólogo evolutivo, na Universidade de Purdue, chamado William Muir, estudou galinhas. Ele estava interessado na produtividade. Deve ser uma coisa que nos preocupa a todos, porém, é mais fácil medir em galinhas, basta contar os ovos. (Risos) Queria saber como tornar mais produtivas as suas galinhas,por isso, criou uma experiência incrível. As galinhas vivem em grupos, então, primeiro selecionou um grupo vulgar, e deixou-o à vontade durante seis gerações. Depois, arranjou um segundo grupo apenas com as galinhas mais produtivas, aquilo a que chamaríamos supergalinhas, e reuniu-as num supergrupo.Em cada geração, selecionou apenas as mais produtivas para reprodução. Passadas seis gerações, o que é que ele descobriu? O primeiro grupo, o grupo vulgar, estava muito bem. As galinhas estavam gordas, com todas as suas penas.

 

Esta experiência é utilizada como uma metáfora para a vida pessoal ou profissional: para progredir, precisamos de competir. Temos de ser super-galinhas.

 

 

Eu não sou uma super-galinha. E é por isso que, quando tento destralhar e simplificar, não esvazio uma divisão, mas uma prateleira.

 

Foi assim que decidi atacar o meu projecto de destralhar o meu armário/roupeiro: um passo de cada vez. Escolhi esse projecto como o primeiro da minha lista do "eat that frog" porque:

- é uma tarefa que ando a adiar há meses;

- a desarrumação do espaço já está a reflectir-se noutros espaços (os sapatos estão espalhados pela casa);

- preciso de mudar a roupa de estação.

 

Amanhã mostro-vos os resultados.