Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Organizar informação e recuperá-la

Gostaria de voltar ao meu caderno de receitas "apanha tudo". Na altura não vos mostrei como o utilizo, ou melhor, como encontro as receitas que preciso.

 

Eu não utilizo a estratégia tradicional de colocar o nome das receitas, mas crio um index com os ingredientes ou as palavras-chave que mais me interessam e que no fundo justificaram que a mantivesse.

 

Comecei por numerar as páginas do caderno. Para facilitar, numero apenas as páginas impar e apenas à medida que vou preenchendo o caderno.

 

No final do caderno tenho 3 folhas:

1 - referência por palavra-chave

2 - referência por nome completo

3- favoritos por nome completo

 

Em baixo mostro as referências por palavra-chave ou ingredientes. À frente da palavra está o número de páginas em que esse ingrediente aparece. Por exemplo, eu tenho várias receitas com o arroz como ingrediente base, mas também coloquei as páginas 38 e 55 na folha 2, com o nome "arroz doce". E ainda tenho a pg. 38 novamente referida na folha 3, porque é a receita que utilizo com frequência.

 

Na folha de favoritos só tenho 8 receitas pelo que não pensem que é trabalho a duplicar. Não, é menos trabalho na hora de procurar aquela receita.

 

Quando procuro uma receita, em regra é porque tenho um ingrediente em concreto que quero utilizar e até cozinhar em quantidade.

 

Por exemplo, se precisar de um doce com adoçante (testado) sei que tenho 3. Se quiser gastar maçãs, se quiser cozinhar a pescada de forma diferente...

 

Desta forma, não só a informação está facilmente disponível, como é fácil perceber o que é útil (as receitas que utilizo) e o que é tralha (as receitas que nunca utilizei).

 

Dia 27 - Ainda o papel



Confesso. Ainda tenho o conteúdo da caixa para arrumar. Mas hoje adiantei serviço destralhando 2 cadernos e um marcador de livros que será doado a uma instituição que acolhe animais abandonados. Aliás, ocorreu-me que é um bom projecto de manualidades, portátil e rápido de fazer, para depois doar.

 

Voltemos ao papel. Eu continuo "atolada" nos meus papéis. Parecem que nascem nas estantes, é incrível. O problema é que adoro papel, cadernos, artigos de escrita. E adoro utilizar cadernos para anotações de ideias, receitas, notas sobre algo que li...

 

O problema é que depois passo a ter vários cadernos sem qualquer organização, meio escritos e a informação dispersa. Se virem a foto do caderno cortado, tudo o resto estava escrito. Foi indexado ou reciclado. O mesmo com o caderno preto. Ambos foram destralhados, mas serão reutilizados até o seu fim. O caderno preto é liso pelo que servirá para desenhos das miúdas.

Dia 26 - confiam em mim?

 

 

 Confesso que adiei este post porque realmente não sabia como proceder. A honestidade é o melhor remédio pelo que aqui vai... 

 

Eu destralhei 4 coisas que não vou identificar porque serão doadas à criançada de um membro da família a quem não quero revelar o blog. Ao mostrar os itens, poderia arriscar a minha identificação. Porquê as reservas? Porque sinceramente a família não se escolhe e nem sempre somos familiares das nossas pessoas preferidas.

 

Pronto. Por vezes destralhar também é isto, lidar com familiares e amigos que não compreendem as nossas escolhas, mas não se privam de as questionar (em vez de as tentar perceber e aceitar).

 

Não sou a única a lidar com este tipo de questões, pois não?