Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar o roupeiro - estratégias

Como havia referido anteriormente, decidi implementar um sistema de análise de 3 peças de vestuário por dia, na transição entre roupas das estações. Isto porque, tendo uma casa e roupeiro pequenos, só consigo ter uma estação de cada vez - tempo frio ou quente, entenda-se.


 


Assim, duas vezes por ano, tenho de fazer a transição. Ocorreu-me fazê-la de forma pausada, à razão de 3 peças por dia. Todavia, só posso concluir que o sistema falhou redondamente. Falhou porque é necessário agrupar as peças e analisá-las no contexto de um todo: para saber que aquelas 3 tshirts então em demasia, eu preciso de aferir da quantidade total de tshirts. Para saber que tenho 3 casacos iguais, tenho de os ter todos no meu campo de visão.


 


Sem prescindir, é um sistema que poderá servir depois das roupas no armário, penduradas, ou nas gavetas. 


 


Percebi que tinha de ajustar o sistema. Como em momentos anteriores, agrupei e filtrei o excesso. A uso, fica apenas o necessário e optei por guardar peças a mais, que serão as peças de substituição, quando o que tenho se estragar.


 


Desta forma, poupo-me a ansiedade de me desfazer de peças que inevitavelmente teria depois de comprar, mantendo os armários e gavetas destralhados de demasiadas peças de vestuário.

Todos culpam a Merkel, eu culpo a minha mãe

Este fim de semana, num laivo que iria deixar Freud orgulhoso, decidi que a culpa do estado a que chegou a (des)arrumação das minhas roupas e têxteis da casa é toda da minha mãe.


 


Eu, que nunca comprei um jogo de lençóis em toda a minha vida descobri que tenho 8 jogos de verão e 6 de inverno. Sim, são 14 jogos de roupa de cama na casa de uma solteira.


 


Assim, enquanto organizava o roupeiro, decidi deixar no armário apenas 2 jogos (mais o que está na cama). O resto vai para o sótão. Este ano uso 3, no próximo os outros 3 e sucessivamente.


 


Porque não destralhar de vez? É que tendo sido oferta dela e por ser na lavandaria dela que as roupas vão ser tratadas, ela iria perceber o desaparecimento. Assim, quando me perguntar, digo que está no sótão e depois de um período de tempo, vão desaparecendo. É o meu plano. 


 


E porque tenho a certeza que a culpa é dela? Recordam-se das minhas camisolas interiores? Pois bem, encontrei mais 3 camisolas interiores.