Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Plano B da Vida

Destralhar

Julgo que foi há cerca de 2 anos que vi esta tradução abrasileirada do verbo que já conhecia em inglês: "declutter". E se ao início me pareceu estranho, fui sentindo que era bastante próxima da realidade: remover a tralha. Cheguei a idealizar um blog - as tralhas da Cris, que foi prontamente substituído (antes de implementado) pela venda dos excessos no MIAU. 


 


Parece intempestivo, mas na verdade, é a evolução natural: comecei com o um blog de cozinha (agora desactivado) onde trabalhava no imediato - a alimentação. Jamais pretendi competir com os magníficos blogs de culinária que povoam a blogosfera. Eu não sei cozinhar. Procurava outro caminho - a cozinha para quem não sabe e não gosta de cozinhar. Com receitas que pudessem ser duplicadas, congeladas e rentabilizadas.


 


Paralelamente, as estratégias de diminuir o desperdício alimentar. E essa eficiência só se consegue com organização e isso não se limita à cozinha.


 


Depois, o comprar de forma mais eficiente e com maior responsabilidade financeira (um reflexo directo da constatação dos desperdícios identificados). O meu percurso, com o objectivo de partilhar com familiares e amigas as promoções e vales de desconto disponíveis e ao mesmo auto-responsabilizar-me pelo caminho.


 


Mas a minha vida não é apenas cozinha e supermercados. Tenho um quintal cujos cuidados quero retomar, faço imensas "bricolices" pela casa - pinto, mudo tomadas e muitas outras pequenas reparações e manutenções. A minha casa é dos anos 20 e foi totalmente recuperada pelos braços do meu pai. Nestas coisas, é ele o mestre, o mentor e quem tem as ferramentas. Deixa sempre restos de tinta e diz sempre que depois de seco limpa-se bem. Não acreditem! 


 


E depois tenho as sobrinhas com quem faço actividades diversas, passeios ou para as quais faço materiais. A estas e estes vão-se juntando as amigas e respectiva prole. Todas a tentar poupar ou sem dinheiro para desperdiçar. A agenda é sempre repleta e o divertimento garantido.


 


As bricolices relacionadas com panos, botões e missangas são em regra a duas mãos: as minhas e as da Carla. Andamos de mãos dadas desde o tempo em que partilhavamos impressões sobre o último episódio do MacGyver. Aos sábados, são frequentes os lanches lá em casa com panos e linhas. 


 


E isto tudo para concluir que há caixas com materiais, máquinas e maquinetas, papéis de várias cores, linhas, botões, fitas, caixas de arquivo (resquícios de actividade profissional)... tanto, tanto que nunca encontro nada.


 


Aqui está o ponto de partida: organizar as diversas identidades em diversos blogs. Organizar as referências, inspirações, experiências, dúvidas. Destralhar o digital será o primeiro passo. 


 


Bem-vindas/os!